Brasília-DF,
19/OUT/2019

Espetáculo 'Ícaro and The Black Stars' faz passeio pela música negra

Espetáculo mergulha no repertório dos grandes nomes do cenário musical, indo de Tim Maia a Beyoncé

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:11/10/2019 06:02Atualização:11/10/2019 10:55
Espetáculo é protagonizado por Ícaro Silva, Cássia Raquel e Hananza (André Hawk/Divulgação)
Espetáculo é protagonizado por Ícaro Silva, Cássia Raquel e Hananza

 
Foi assistindo a versatilidade de Ícaro Silva apresentada em Show dos famosos, quadro de competição do Domingão do Faustão em que a cada semana o ator interpretava um nome da música diferente, que Pedro Brício teve a ideia de criar o espetáculo Ícaro and The Black Stars, que estreia em Brasília com apresentações sábado (12/10) e domingo (13/10), no Teatro Unip (Asa Sul).

"Eu e Pedro temos uma relação de anos que vem dos nossos trabalhos anteriores (S’imbora o Musical e Show em Simonal, ambos sobre a vida e obra de Wilson Simonal). Esses musicais nos trouxeram uma vivência de trabalho muito positiva, porque assim como eu, o Pedro é um apaixonado por histórias não contadas e pouco exploradas. Por isso, tivemos a ideia de fazer um novo espetáculo. Ele queria um musical com personagem solo e eu queria um show de black music. Juntamos as duas coisas", conta Ícaro em entrevista ao Correio.

Tendo a diversidade do ator como norte se chegou ao conceito do espetáculo, que faz um passeio pela música negra nacional e internacional. Esse trajeto é feito por meio da banda, composta por Ícaro Silva e as atrizes e cantoras Cássia Raquel e Hananza, que está em uma nave especial que transita pelos diferentes momentos da música dialogando com os sucessos das estrelas da black music.

Em 90 minutos de duração, Ícaro and The Black Stars revisita o repertório de artistas como Michael Jackson, Bob Marley, Wilson Simonal, Beyoncé e Tim Maia. A direção musical fica a cargo de Alexandre Elias que assinou trabalhos como Tim Maia, vale tudo — O musical e Gonzagão, a lenda. "Fomos pesquisando artistas que tinham a ver com a linguagem que a gente queria explorar. Uma linguagem disco, afrofuturista e dançante. Então o processo passa por aqueles artistas que me atravessam de alguma maneira e são indiscutivelmente icônicos no cenário mundial da black music", revela.

Essa é a primeira vez que Brasília recebe o espetáculo que está em turnê, com patrocínio da Brasilcap, desde junho de 2018. Nesse período, a peça teve duas temporadas de sucesso no Rio de Janeiro, uma recém-concluída em São Paulo e passou por nove cidades.

Duas perguntas // Ícaro Silva


O que o público pode esperar dessa história de uma nave que faz um passeio pela música negra?

O público pode esperar que sua criança interna seja celebrada o tempo todo. Nosso espetáculo é extremamente lúdico e acontece principalmente pela capacidade das pessoas em libertarem a imaginação.

Vocês já passaram por São Paulo e Rio de Janeiro e agora chegam a Brasília. Como tem sido essa turnê?

Tem sido incrível! Além de um musical, o espetáculo é também uma espécie de manifesto cultural sobre a força da música preta e sobre o poder da cultura afro como pilar na formação da cultura brasileira. É muito bonito ver as pessoas pretas se reconhecendo na história que estamos contando e pessoas não negras enxergando, talvez pela primeira vez, a verdadeira potência da negritude.

Serviço

Ícaro and The Black Stars
Teatro Unip (913 Sul). Sábado (12/10), às 21h. Domingo (13/10), às 20h. Espetáculo com Ícaro Silva, Cássia Raquel e Hananza. Direção e dramaturgia: Pedro Brício. Direção musical: Alexandre Elias. Ingressos a R$ 40 (meia), R$ 50 (ingresso solidário, com doação de 1kg de alimento não perecível) e R$ 80 (inteira). Assinantes do Correio têm 50% de desconto na inteira. À venda em Belini (113 Sul) e lojas Bilheteria Digital. Não recomendado para menores de 12 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES