Brasília-DF,
12/NOV/2019

Galeria Olaria estreia com exposição de obras do artista Rubem Valentin

Brasília ganha um novo espaço dedicado à arte que abre as portas nesta sexta (01/11) com exposição de desenhos e gravuras do artista

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Roberta Pinheiro Publicação:01/11/2019 06:01Atualização:31/10/2019 18:06

Importante artista brasileiro, Rubem Valentim morou em Brasília e deu aulas na Universidade de Brasília (UnB) (Joana Eichler/Divulgação)
Importante artista brasileiro, Rubem Valentim morou em Brasília e deu aulas na Universidade de Brasília (UnB)

Do trabalho manual, em pequena escala, mas que se abre ao contemporâneo e ao moderno. Assim nasceu a Galeria Olaria, novo espaço dedicado à arte, ao design e ao mobiliário na capital federal, que abre as portas nesta sexta-feira (01/11)na Asa Norte. Para a inauguração, as sócias-proprietárias, Sara Almeida e Letícia Santos, escolheram reunir trabalhos, entre gravuras e desenhos, do baiano Rubem Valentim.

 

O Brasil e o mundo têm redescoberto o autodidata Valentim nos últimos anos. Nas obras, o pintor retrata signos e emblemas geométricos relacionados ao universo religioso, principalmente, do candomblé e da umbanda. Em cada desenho, ele reorganiza as imagens de maneira rigorosa em linhas horizontais ou verticais, em triângulos, círculos e quadrados. Por fim, introduz a seu modo cores que concretizam uma assinatura do artista. Rubem Valentim também produziu esculturas, relevos e murais, um deles, inclusive, no edifício-sede da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (então Novacap).

 

“Muito se tem falado sobre a obra de Rubem Valentim. Ele ganhou uma enorme retrospectiva no Museu de Arte de São Paulo, houve a criação do Instituto que leva o seu nome e morou aqui em Brasília durante alguns anos, tendo, inclusive, muita gente que, de fato, o conheceu. Então, decidimos fazer essa reunião de obras dele”, comenta Sara.

 

Além das gravuras e dos desenhos do baiano, a Olaria apresenta ao público artistas contemporâneos, nomes brasilienses, pinturas em óleo sobre tela, tapeçaria e trabalhos em outros suportes. “Quando pensamos no espaço, a ideia era montar um lugar que tivesse uma mistura de estilos, entre moderno e contemporâneo, que trouxesse linguagens diferentes, mobiliário, arte, esculturas, e também fosse um espaço de convivência, que despertasse os cinco sentidos do público”, explica uma das sócias.

 

Serviço

Rubem Valentim

Abertura da exposição, nesta sexta, a partir das 19h. Na Galeria Olaria (SCRN 716, bloco D, loja 18). Visitação até 22 de novembro. De segunda a sexta, das 9 às 18h, e sábado, das 9h às 15h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES