Brasília-DF,
10/DEZ/2019

Festival de teatro universitário reúne peças de diferentes linguagens no Renato Russo

O festival nacional de teatro promove uma série de espetáculos este fim de semana, da comédia ao drama

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Roberta Pinheiro Publicação:15/11/2019 06:01Atualização:14/11/2019 20:52
A peça '{entre} Cravos & Lírios' é uma das convidadas e responsáveis por encerrar a programação do festival no domingo (Vitor Schietti/Divulgação)
A peça '{entre} Cravos & Lírios' é uma das convidadas e responsáveis por encerrar a programação do festival no domingo

Das salas de aula, alunos de diferentes instituições de ensino universitário e técnico do Distrito Federal e do Brasil sobem ao palco para afirmar a potência do teatro, trocar experiências e promover a reflexão sobre os processos de ensino e aprendizagem em artes cênicas. É a segunda edição do CéU, festival nacional de teatro universitário do Distrito Federal.

São oficinas, mesas de debates, palestras, análises críticas e, claro, espetáculos espalhados por diversos espaços da capital federal. O Espaço Cultural Renato Russo, casa de renomados artistas da cidade, abre as cortinas para várias produções no decorrer do fim de semana. “Trouxemos produções potentes. São espetáculos de Minas Gerais, três locais; da UnB, do Dulcina e do Iesb. São produções nascidas em disciplinas e, como muitas que vemos, estão ganhando corpo. No encerramento, além de um convidado, temos uma peça que é resultado de uma residência artística feita durante o festival. O público pode esperar produções a nível profissional, que vão da comédia ao drama e com linguagens para toda a comunidade”, explica o ator e diretor Diego Borges, e um dos idealizadores do CéU.

Serviço

Programação de espetáculos do CéU 
 
Sexta-feira (15/11)

CimentoLágrima: um retrato caótico da música Construção de Chico Buarque
Da UnB. Às 19h no Espaço Alternativo. Entrada gratuita. Não recomendado para menores de 16 anos.

Gigante pela própria natureza: uma produção que tange questões educacionais e de raça
Da Faculdade Dulcina de Moraes. Às 18h na Sala Marco Antônio. Ingresso: R$ 20 (inteira). Não recomendado para menores de 14 anos.

ContraAção: uma dramaturgia sobre as ambivalências e tensões entre uma infância adultizada e a infantilização do mundo adulto
Da UnB. Às 20h na Sala Multiuso. Ingresso: R$ 20 (inteira). Não recomendado para menores de 14 anos.

Sábado (16/11)

CimentoLágrima: um retrato caótico da música Construção de Chico Buarque
Da UnB. Às 19h no Espaço Alternativo. Entrada gratuita. Não recomendado para menores de 16 anos.

A Casa de Lorca: uma história sobre uma mãe controladora e suas cinco filhas; sobre liberdade sexual, de poder, de ciúmes, de inveja e de repressão constantes
Às 18h na Sala Multiuso. Ingresso: R$ 20 (inteira). Não recomendado para menores de 14 anos.

De onde nascem as margens?: produção mineira que usa a educação como cenário, onde os conflitos se instauram, onde depoimentos surgem e vozes gritam por liberdade e querem ser ouvidas. Diante deste caos é possível hoje resistir? Ressurgir?
Da UFMG (Belo Horizonte - MG). Às 20h na Sala Multiuso. Ingresso: R$ 20 (inteira). Não recomendado para menores de 14 anos.

Domingo (17/11)

brasília60, o cabaré: resultado da residência artística. Músicos, poetas, atores, bailarinos, artistas visuais e performers se juntam por uma noite para homenagear os 60 anos de Brasília.
Às 18h na Sala Multiuso. Ingresso: R$ 20 (inteira). Não recomendado para menores de 14 anos.

{entre} Cravos & Lírios: um encontro cômico entre figuras solitárias que retrata aspectos da miséria e da poética humana
Às 19h no Espaço Cultural Renato Russo. Ingresso: R$ 20 (inteira). Classificação indicativa livre. 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES