Brasília-DF,
18/SET/2020

Cachoeiras são boas opções para sair da cidade neste início de ano

O Correio separou dicas de quais cachoeiras frequentar nas férias de janeiro

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
João Paulo Zanatto* Publicação:03/01/2020 06:01Atualização:02/01/2020 16:23

Uma excelente alternativa para aliviar o calor é um banho de cachoeira (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Uma excelente alternativa para aliviar o calor é um banho de cachoeira

As férias de janeiro são marcadas pela estação mais quente do ano, o verão. Muitos recorrem a viagens para a praia para curtir o calor com o pé na areia. Mas não são todos que têm condições de viajar. Então, uma boa opção são as cachoeiras da região, e elas não ficam muito longe.

 

Localizada a 50 km do centro da capital federal, a Chapada Imperial fica próxima de Brazlândia. São 30 cachoeiras na reserva ecológica, que tem uma área aproximada de 4.800 hectares. Os visitantes podem realizar diversas atividades, como trilhas, banho de cachoeira e arvorismo. “Durante as férias, o volume aumenta bastante. Nós temos três tipos de trilhas, o pessoal pode tomar banho de cachoeira, tem arvorismo, tirolesa, escalada. Atendemos todos os tipos de público, de qualquer idade”, aponta Dira Barola, funcionária da reserva ecológica.

 

Para aumentar os laços com a natureza, há ainda a possibilidade de acampar sozinho ou em grupo, de forma bastante segura e tranquila. Crianças também podem acampar, desde que acompanhadas dos pais ou responsáveis. Como não há sinal nas maquininhas de cartão, o pagamento no local só pode ser feito em dinheiro ou cheque. A compra do pacote antecipado é feito por transferência ou depósito bancário.

 

Uma das cachoeiras mais populares do Distrito Federal, a do Tororó, é uma das mais próximas de Brasília e está localizada em Santa Maria, a 35 km de distância do centro da capital. A cachoeira tem uma queda de 18 metros de altura e é um ponto bastante procurado para a prática de rapel, trilhas, caminhadas e, claro, um bom banho para se refrescar do calor. É cobrada uma taxa de estacionamento no local.

 

A queda do Tororó está aberta todos os dias e a entrada é franca (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
A queda do Tororó está aberta todos os dias e a entrada é franca
 

 

Também a cerca de 50 km de distância da capital, o Poço Azul, em Brazlândia, é um local bastante movimentado por aqueles que buscam os refrescos de uma cachoeira. A trilha é considerada levemente fácil, com cerca de 2km. Os mais experientes costumam saltar dos precipícios, que variam entre 10 e 15 metros de altura, para o poço, com cerca de 40 m de profundidade. Há ainda outras cachoeiras para se visitar no complexo Poço Azul, como a Cachoeira Mãe, Cachoeira Vida, Cachoeira Cascata e Garganta do Diabo.

 

*Estagiário sob supervisão de Nahima Maciel

 

Serviço

 

Cachoeira do Tororó 

(Santa Maria). Acesso pela DF-140, próximo ao km 6. Aberto todos os dias, horário livre. A entrada é franca, no entanto há uma cobrança de R$ 10 no estacionamento.

 

Chapada Imperial 

(Brazlândia). Pegar a direção de Brazlândia. Após 8 km, entrar à direita na bifurcação, pegando a DF-001. Rodar 7 km de asfalto e mais 6km de terra, virar à esquerda na DF-220 e continuar por mais 6 km. Aberto todos os dias, das 9h às 17h30 (dia de semana é necessário ter 10 pessoas). Pacote diário para maiores de 12 anos por R$ 100 (R$ 90 antecipado) e para crianças entre 3 e 12 anos R$ 60 (R$ 50 antecipado). Menores de 2 anos não pagam. Reservas e pagamento antecipado podem ser feitos via whatsapp (99996-1601) ou por e-mail (chapadaimperial@gmail.com). É necessário enviar o nome completo, o telefone, a quantidade de pessoas e o dia da visita. Mais informações no site www.chapadaimperial.com.br.

 

Complexo Poço Azul 

(Brazlândia). Acesso pela DF-001. Aberto todos os dias, das 7h às 18h. Entrada a R$ 10 por pessoa. Mais informações pelo telefone 99902-9928.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES