Brasília-DF,
05/DEZ/2019

Coluna Eu Vi aborda Carlos Betão na novela 'Velho Chico'

Colunista admite ser fã da temática sertão e do ator Betão

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diego Ponce de Leon Publicação:13/03/2016 07:00Atualização:11/03/2016 15:11

 (	Reprodução /Facebook)


Os sertões


Conheci o ator baiano Carlos Betão por conta de um episódio trágico: a morte do escritor João Ubaldo Ribeiro. Por uma dessas coincidências insanas, Betão estava em Brasília justamente para apresentar o monólogo Sargento Getúlio, de autoria de João Ubaldo. Convidei-o, então, para declamar parte do texto e homenagear o conterrâneo. Eis o susto: a voz, a postura e a força cênica de Betão chegaram como uma inesperada porrada. E este colunista se revelou boquiaberto.


Pois Betão integra a nova novela Velho Chico, que toma conta de nossas telas a partir de amanhã. E, sozinho, seria motivo suficiente para acompanharmos a atração. Mas calhou de o enredo se passar pelo sertão. E não há nada que me comova mais do que o nosso cenário sertanejo. Pisa ali, o melhor dos brasileiros. De alma limpa, coração leve e pés descalços.


Torço para que o núcleo de dramaturgia não esqueça a essência que percorre a veia daquela gente bonita e não se perca em tramas fúteis. Não precisa fazer muito para encantar. Deixa Betão e o sertão fazerem suas partes. O resto virá.

Mas será o benedito?


Fiquei atordoado com a declaração de Benedito Ruy Barbosa que disse odiar “história de bicha”. Claro, ele não é obrigado a gostar. Mas soa irresponsável uma pessoa fazer uso da própria visibilidade pública para reforçar estereótipos, alimentar a intolerância e replicar preconceitos. Quase desisto da coluna e de Velho Chico (escrita pela filha e neto de Benedito), mas, em consideração a outros nomes envolvidos, darei uma chance. Ao sinal da primeira intransigência, no entanto, mudo de canal.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK