Brasília-DF,
23/SET/2021

Arroz, feijão e bife é a mistura preferida dos brasileiros

Restaurante 'Pe Efe' do Distrito Federal faz a alegria dos brasilienses com menu simples e delicioso

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Renata Rios Publicação:06/11/2015 06:00Atualização:05/11/2015 11:09

Cardápio do Pe Efê: nome é brincadeira com as iniciais dadas aos pratos feitos  (Carlos Moura/CB/D.A Press)
Cardápio do Pe Efê: nome é brincadeira com as iniciais dadas aos pratos feitos
 

Esqueça espumas, esferas e outras técnicas mirabolantes da cozinha moderna. Esta semana, o Divirta-se Mais comprova que preparos simples também podem surpreender

De olho na crise, o Divirta-se Mais sugere restaurantes onde se cozinha com menos pompa e se serve com menos cerimônia — mas se come com igual prazer. São receitas que passam longe da comida ultraprocessada e têm ótima relação entre custo e benefício. Economizar é bom, mas sem abrir mão de pequenos deleites.

Por isso, o lema da vez é “desgourmetizar”, como sugere a escritora e apresentadora Rita Lobo, no livro Cozinha prática, lançado em outubro. Editora do site e do selo Panelinha, a autora acredita na importância desse chacoalhão aos glutões de plantão.

Em vez de focar na gastronomia de vanguarda em ingredientes exóticos, como têm feito muitos chefs moderninhos de Brasília, ela sugere que o público local se atente a receitas aparentemente simples, mas que guardam segredos capazes de deixar qualquer profissional surpreso. Muita gente sabe fazer um excelente risoto, mas erra o ponto de um arroz branco e soltinho”, conta Rita.


Na Confeitaria Lalé, a sócia Alessandra Lazzarini bem que tenta convencer os clientes a provar doces com influência internacional, principalmente franceses, italianos e portugueses. Mas a maioria procurar o tradicional brigadeiro de colher. “Até tenho doces gourmets e elitizados; no entanto, os mais vendidos são os mais simples”, conta a confeiteira.

Arroz, feijão e bife é a mistura preferida dos brasileiros

Arroz, feijão e bife, esse trio é uma combinação de sucesso que alegra comensais de todas as idades. Arroz branco, bem soltinho, feijão — preto ou marrom — temperado e refogado no alho e cebola, e para finalizar aquele bife, acebolado na medida. É na linha de pratos feitos saborosos e a preços acessíveis que o Pe Efe trabalha.


O cardápio é pequeno, são apenas algumas opções fixas no menu, como bifê de alcatra (R$ 14), filé de frango (R$ 12), alcatra suína (R$ 14), entre outros, todos acompanhados de arroz, feijão — preto ou marrom — e farofa de biju. “Nossos pratos são simples e com um tempero sem muita sofisticação, basicamente alho e cebola. A ideia é uma comida caseira e que você possa comer todo dia sem enjoar”, comenta Heric Drummond, sócio na casa.


Para acompanhar, a casa oferece alguns extras, como ovo frito (R$ 2), batata frita (R$ 4) e salada (R$ 4). O restaurante trabalha também com os pratos do dia, todos a R$ 12; a sequência é sempre a mesma: segunda, picadinho; terça, frango com requeijão; quarta, estrogonofe de frango; quinta, almôndega; sexta, feijoada; e sábado estrogonofe de carne.


Sobre a clientela da casa, o sócio explica que variam desde alunos das escolas da redondeza até profissionais que buscam um almoço rápido e saboroso. “Entre nossos clientes temos muitos que vêm aqui porque não querem cozinhar, mas querem uma comida caseria. Os pratos do dia são ótimos para variar.”

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK