Brasília-DF,
21/JUL/2018

Où on va papa? conta o relato de pai com filhos com decifiências física e mental

Irônico, trágico e, ao mesmo tempo, cômico, o texto transporta o leitor para um universo no qual o non-sense é regra e o normal

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:24/10/2014 07:30Atualização:24/10/2014 08:24
Xavier Carrar leva ao palco o drama de um pai que tem dois filhos deficientes (Gilles Crampes/Divulgação)
Xavier Carrar leva ao palco o drama de um pai que tem dois filhos deficientes
É de um texto do escritor Jean-Louis Fournier que o ator Xavier Carrar e a diretora Layla Metssitane partem para construir a cena de Où on va papa?, peça que será encenada em francês (com legendas) hoje, às 19h30, no Teatro Eva Herz da Livraria Cultura do Iguatemi. Fundadores da companhia Théâtre des hommes, Carrar e Layla têm a colaboração do diretor técnico Gilles Dieutegard.

A peça é baseada em relato autobiográfico de Fournier, pai de dois filhos que nasceram com decifiências física e mental0. Irônico, trágico e, ao mesmo tempo, cômico, o texto transporta o leitor para um universo no qual o non-sense é regra e o normal, relativo.

Trazido ao Brasil pela Aliança Francesa, o espetáculo narra como o pai pode passar da ternura ao desespero e do amor ao humor ao lidar com as crianças. A história é autobiográfica e, no livro homônimo, o autor conta como foi a experiência de descobrir a deficiência das crianças, a vida depois do nascimento e a relação com os filhos após a separação da mulher, que deixou a prole com o marido.

Carrar ganhou de uma amiga o relato de Fournier e ficou profundamente tocado. “A leitura desse texto me sacudiu profundamente tanto pelo fundo quanto pela forma”, conta o ator. “Eu não sabia mais se era para rir ou chorar e essas duas emoções me engoliram ao longo da descoberta do texto. Jean-Louis Fournier prefere suscitar o riso à piedade, mesmo que a emoção e o amor nunca estejam muito distantes.”

Serviço

Où on va papa?
Direção: Xavier Carrar, Layla Metssitane, Gilles Dieutegard. Amanhã, às 19h30, no Teatro Eva Herz da Livraria Cultura do Iguatemi (SHIN CA 4, lote A – Lago Norte). Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia). Não recomendado para menores de 14 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES