Brasília-DF,
21/JUL/2018

Marcelo Serrado apresenta stand up comedy

O ator e comediante chega a Brasília com espetáculo novo

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:18/09/2015 06:51
Marcelo Serrado exercita faceta cômica em É o que temos pra hoje (Divulgação)
Marcelo Serrado exercita faceta cômica em É o que temos pra hoje
Criado pelo novelista Aguinaldo Silva em 2011, o personagem Crodoaldo Valério, o Crô, da novela Fina estampa, fez mais pela carreira do seu intérprete, Marcelo Serrado, do que ele poderia imaginar.
 
O mordomo espevitado ultrapassou as fronteiras da novela, ganhando uma produção cinematográfica própria. Mais que isso, aflorou a faceta cômica que nem mesmo o ator conhecia.
 
Depois do papel, Marcelo sentiu que a comédia seria um ponto importante da carreira. O carioca viu-se apaixonado por humor, improviso e shows de stand up comedy. Escrito pelo ator, o espetáculo É o que temos pra hoje é um reflexo dessa predileção por fazer o público rir. Com ironia, Serrado se entrega ao público de cara limpa ao longo de uma hora.
 
A quem está acostumado a vê-lo interpretar personagens cômicos ou improvisar nas noites de domingo no programa global Tomara que caia, ele deixa o recado: “são linguagens diferentes”.
 
Em É o que temos pra hoje, Serrado brinca com a plateia, derrubando a quarta parede que separa ator e público. E, ainda que de maneira sutil, abre sua intimidade a quem o assiste, tratando de questões como a relação do homem moderno com a internet e com as redes sociais.
 
Para o ator, é impossível dissociar o papel do humor à cultura brasileira moderna. O gênero faz sucesso na tevê, leva milhões de espectadores ao cinema e, nos teatros, ao menos em Brasília, é um dos responsáveis por lotar salas.
 
“Há uma proliferação de comediantes em nosso país. São brilhantes. O pessoal do Pânico e do CQC servem como grandes exemplos. Mas não podemos nos esquecer da influência de novas mídias, que nos apresentou nomes como o Porta dos Fundos”, avalia.

Serviço
É o que temos pra hoje
 Monólogo com Marcelo Serrado
Amanhã, às 21h
Teatro dos Bancários (314/315 Sul; 3522-9521 e 3262-9090)
Ingressos a R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia), à venda na bilheteria do teatro ou pelo site bilheteriadigital.com
Não recomendado para menores de 14 anos

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES