Brasília-DF,
20/SET/2017

Quase três anos depois de Carminha, Adriana Esteves volta ao horário nobre

Veja mais da trajetória da atriz que conquistou o público

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:22/03/2015 06:07
Adriana Esteves viveu Tânia em Felizes para sempre? (Zé Paulo Cardeal/TV Globo)
Adriana Esteves viveu Tânia em Felizes para sempre?
Para muitos fãs, Adriana Esteves vai ser sempre Carminha, a impiedosa, e muitas vezes cômica, vilã de Avenida Brasil. É o que acontece quando um ator se aprofunda tanto em um papel que acaba envolvendo o público com o personagem e o enredo. "O que eu faço é ler o texto e tentar entender o que precisa ser passado com ele", conta a atriz.

Adriana está de volta na pele de outra antagonista: a Inês, de Babilônia. Uma advogada frustrada, que vive em conflito com a família e alimenta uma obsessão pela melhor amiga Beatriz, uma arquiteta de sucesso, interpretada por Glória Pires. Com as duas atrizes juntas em cena, o clima de tensão é garantido. As frases marcantes também. Em menos de uma semana, Adriana já recebeu elogios da crítica especializada, estampou memes e movimentou timelines nas redes sociais.

Formada em publicidade, a carioca estudou balé e teatro, além de ter sido modelo. Sua primeira aparição na televisão foi na antiga Rede Bandeirantes, em 1988, como apresentadora. A estreia no set de gravação aconteceu meses depois, como figurante da novela Vale tudo. No ano seguinte, a participação em um quadro do Domingão do Faustão lhe rendeu seu primeiro papel na dramaturgia: a Tininha, de Top model. Viveria a primeira protagonista, Marina Batista, em Pedra sobre pedra, trama de 1992 exibida em horário nobre.

Quem é?
Nome:
Adriana Esteves Agostinho Brichta
Idade: 45 anos
Nascimento: Rio de Janeiro

Bastidores amorosos
Dos 19 aos 21 anos, Adriana Esteves foi casada com o professor de jiu-jitsu Totila Jordan. Três anos após a separação, conheceu o ator Marco Ricca, com quem tem um filho, Felipe. Em 2004, o casal se divorciou e meses depois, ela engatou um romance com o também ator Vladimir Brichta, pai de Agnes e Vicente.

Troca de emissoras

A atriz foi para o SBT para trabalhar na novela Razão de viver em 1996, mas voltou para a Globo no ano seguinte, como protagonista de A indomada.

Fase difícil

De 1993 a 1995, ela se afastou da televisão para se tratar de uma depressão com indícios de síndrome do pânico. A atriz carioca, que já falou abertamente sobre a doença, contou que foi um período particularmente triste, agravado pelas duras críticas que recebeu por sua atuação na novela Renascer, mas que a ajudou a amadurecer e ser mais forte.

Premiação

Um dos pontos altos da carreira de Adriana foi a indicação ao Emmy de Melhor Atriz, em 2011, pela minissérie Dalva e Herivelto: uma canção de amor, quando interpretou a cantora Dalva de Oliveira. Quinze anos antes, ela havia recebido o troféu de Melhor Atriz no Festival Internacional de Cinema de Cartagena por sua atuação no longa As meninas.

Brasília

Antes de atuar em Babilônia, Adriana participou de Felizes para sempre?, minissérie gravada em Brasília e que foi ao ar no início deste ano. Em entrevista ao site da trama, a atriz disse ter se surpreendido com as belezas da região: "É uma cidade bonita para ser filmada e fotografada. Acho teatral".

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK