Brasília-DF,
02/DEZ/2020

Programas mesclam dramaturgia e plateia apostam na comédia para divertir o público

Nos moldes dos teleteatros, atrações como Vai que cola, Sai de baixo e #PartiuShopping fazem sucesso

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinicius Nader Publicação:28/06/2015 08:00Atualização:26/06/2015 12:46
Primeira temporada de #PartiuShopping terá 30 episódios
 (Multishow/Divulgação)
Primeira temporada de #PartiuShopping terá 30 episódios

Desde os primórdios da tevê brasileira, emissoras investem no teleteatro, programa com direito a plateia. Ainda na década de 1950, a Tupi apresentava textos densos interpretados por nomes ainda estreantes, como Fernanda Montenegro e Francisco Cuoco. Décadas mais tarde, em meados dos anos 1990, o SBT ressuscitou o projeto, levando atores como Marcos Caruso e Irene Ravache ao programa Teleteatro.

Atualmente, especialmente na tevê fechada, o filão é explorado principalmente em atrações cômicas que prometem divertir quem está em casa e na plateia, muitas vezes parte integrante da apresentação. O TV + elenca atrações que estão em cartaz na sua telinha ou que voltarão em breve ao ar.

Luiz Fernando Guimarães arranca risadas da plateia travestido de Eleonora (Multishow/Divulgação)
Luiz Fernando Guimarães arranca risadas da plateia travestido de Eleonora


Vindos do teatro
O teatro está presente desde o início da carreira de Luiz Fernando Guimarães, quando ele foi um dos fundadores do grupo Asdrúbal trouxe o trombone, ainda na década de 1970. O humor também marca a carreira do ator, que esteve à frente, entre outros, de TV pirata e Os normais. Juntando as duas coisas, ele estreia na tevê paga no comando do elenco da sitcom Acredita na peruca. O programa deu certo, e a segunda temporada está sendo negociada com o canal.

A plateia do teatro Adolpho Bloch, no Rio de Janeiro, se diverte com o texto de Carlos Botelho e Charles Müller - também crias da ribalta. Luiz Fernando se traveste para dar vida à ex-miss e agora cabeleireira Eleonora, que tem como sócias a ex-atriz pornô Stephanie (Miá Mello) e Maria Eduarda (Fernanda Nobre).

Gravando sem cortes, o elenco - também composto por Eucir de Souza, Claudia Missura, Beto Carramanhos e João Gabriel Vasconcellos - tem que se virar quando Luiz Fernando improvisa e sai do texto, nos famosos "cacos" teatrais. Não são raras as cenas, bem no estilo Asdrúbal, trouxe o trombone, em que os atores descem do palco e interagem com o público.

Humor à venda
Um dos remanescentes do elenco original do extinto Sai de baixo, Tom Cavalcante é a grande estrela de #PartiuShopping, seriado de 30 episódios que estreou recentemente no Multishow e é gravado em um estúdio em São Paulo, com a participação de plateia.

Na tela - ou no palco - Tom é Gildo, chefe da segurança de um shopping que herda o centro de compras depois da morte do empresário falido que comandava o empreendimento. O humorista tem a companhia de elenco numeroso, como Nany People (a viúva do empresário Berengária), Danielle Winits (a ex-mulher de Gildo, Rissole) e Monique Alfradique (Perla, nora de Berengária).

Com um cenário suntuoso, que às vezes chama mais a atenção do que o frágil texto, #PartiuShopping várias vezes usa a plateia como personagem, especialmente quando Gildo se dirige ao público para confirmar alguma falcatrua.

Tatá Werneck e Paulo Gustavo: dupla em cena no Vai que cola (JulianaCoutinho/Multishow)
Tatá Werneck e Paulo Gustavo: dupla em cena no Vai que cola


A turma da pensão
Os fãs de comédia já estão saudosos da turma da pousada da Dona Jô, cenário onde se passam as aventuras de Vai que cola, programa que está no intervalo entre temporadas, mas que é reprisado pelo Multishow. A terceira leva de episódios deve estrear ainda este semestre e terá o reforço de Fernando Caruso (o seu Wilson) no time de autores.

O sucesso de Vai que cola é tão grande que o zelador (Ops… Concierge!, como ele prefere) Ferdinando (Marcus Majella) deve ganhar um programa só dele, contando como era a vida dele antes de trabalhar na pensão do Méier.

Mais do que com o texto, a plateia vai abaixo com os erros e improvisos do elenco, que, na temporada passada, ainda teve Catarina Aballa, Paulo Gustavo (o campeão de tropeços), Tatá Werneck, Cacau Protásio, Samantha Schmutz, Marcelo Médici, Emiliano D'Avila e Fiorella Mattheis.

Magda e Caco Antibes roubavam a cena no Sai de baixo (Viva/Divulgação)
Magda e Caco Antibes roubavam a cena no Sai de baixo


Eles estão de volta
Especializado em reprises, o canal Viva mantém em sua grade dois humorísticos do estilo, exibidos originalmente pela Globo: Toma lá, dá cá e Sai de baixo, que está na programação desde a estreia do canal, há cinco anos. Miguel Falabella e Marisa Orth estão à frente do elenco nas duas atrações.

Se em Toma lá, dá cá eles vivem o ex-casal Rita e Mario Jorge, em Sai de baixo são os antológicos Magda e Caco Antibes, donos do bordão "Cala a boca, Magda!". Difícil é calar a turma do Arouche. Para comemorar o primeiro aniversário, o Viva produziu quatro episódios inéditos de Sai de baixo, com o elenco original da atração (Aracy Balabanian e Luiz Gustavo) desfalcado de Tom Cavalcante e Cláudia Jimenez e reforçado por Marcia Cabrita, que participou de temporadas seguintes do humorístico na Globo.

#PartiuShopping
Multishow, de segunda a sábado, às 22h30. Maratona domingo, às 19h.

Sai de baixo
Canal Viva, terça, às 21h.

Toma lá da cá
Canal Viva, sexta, às 21h.

Vai que cola
Multishow, terça, às 22h30.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK