Brasília-DF,
19/SET/2017

Ponto de vista: entenda o sucesso da Are you the one Brasil

Reality show faz sucesso ao colocar o romance como foco do programa da MTV

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:28/02/2016 07:00Atualização:26/02/2016 14:21

Em Are you the one Brasil, o objetivo dos participantes é descobrir os 10 pares ideais (MTV/Divulgação)
Em Are you the one Brasil, o objetivo dos participantes é descobrir os 10 pares ideais

 

“Se o seu par ideal estivesse bem na sua frente? Você o reconheceria?”. Essa frase é a premissa do reality show Are you the one Brasil. O programa reúne 20 solteiros em busca de romance e Aa produção traça perfis para encontrar os chamados “pares ideais”. Se ao longo de 10 episódios, todos acertarem, o grupo leva um prêmio de R$ 500 mil. Caso, o resultado seja negativo, todos voltam para casa “sem dinheiro e sem amor”.

Com duas temporadas brasileiras e três norte-americanas, o grande motivo do sucesso da franquia tem a ver com o fato de trazer um pouco da realidade ao colocar os participantes para encontrarem o amor da vida e também no aspecto de que o público da internet já mostra há alguns anos que ama idolatrar casais em realities shows, então, por que não os integrar alguns de bandeja (e que não saíram dos jogos estratégicos do Big brother Brasil)?


A única competição existente é pelo romance, o que rende brigas, choros e muito troca-troca de casais. “Quando se está ficando com uma pessoa em um confinamento, você se entrega um pouco demais”, explica André Coelho, participante da segunda temporada. O brasiliense foi o primeiro a formar um par ideal nesta edição. “Depois de conhecer metade das meninas da casa, eu tive quase certeza de que Vanessa era meu match. Porque ela tem coisas muito parecidas comigo”, conta.

Dinâmica do par ideal

André Coelho buscou as similaridades com Vanessa Tomé para reconhecer seu par na casa. Na prática, a dinâmica não é tão fácil quanto parece. Em muitos casos, os participantes e até o espectador são levados a pensar que casais que estão se dando bem formam o par compatível, no entanto, quando vão à cabine da verdade descobrem que não formam o par previsto pela produção.


Os pares são escolhidos por um grupo de psicólogos. Mas o que é levado em consideração? A psicóloga Lia Luz conta que há vários aspectos. “Não há uma única fórmula para compor, já que a singularidade de cada sujeito não nos permite seguir uma receita”, revela.

Agora a pergunta que não quer calar é: será que os participantes da segunda temporada conseguirão descobrir os pares?

 

Entrevista / Lia Luz, psicóloga e psiquiatra

O reality show Are You The One Brasil tem feito bastante sucesso devido a dinâmica diferenciada para encontrar "pares ideais". Como funciona a seleção e o cruzamento de informações para escolher os 20 candidatos?

A seleção é bastante extensa e é realizada com vários candidatos. Primeiramente utilizamos um software de perguntas e respostas, criado por nós, que nos fornece uma noção prévia da compatibilidade. Depois iniciamos um processo de avaliação psicológica que consiste em uma entrevista detalhada sobre o candidato e um teste psicológico, aprovado pelo Conselho Federal de Psicologia, que nos aponta aspectos importantes da personalidade.

Sem entregar o ouro, mas quais características são levadas em consideração na hora da escolha de um par ideal?
Não há características específicas que procuramos para essa escolha. Em geral, trabalhamos com as características que mais se destacam em cada candidato, como suas potencialidades, fragilidades, recursos psíquicos para lidar com as contingências da vida, entre outros fatores.

Você acredita que os métodos usados no reality show podem ser levados em consideração na hora da escolha de um par na vida real?

Infelizmente, na vida real não existem métodos para encontrar o par ideal (risos). Porém, alguns aspectos que levamos em consideração na escolha do match podem funcionar para o encontro de um casal e resultar em uma boa relação afetiva.

Na primeira temporada e também nessa segunda vimos que alguns casais que são considerados pares ideais acabam tendo apenas uma afinidade como amigos e não amorosamente. Por que isso acontece?

Nem sempre aquilo que a pessoa deseja é seu par ideal. A questão da paixão, atração física, desejo e mesmo do amor, vai além do par ideal. O amor e a paixão são inconscientes, são frutos de nossas relações afetivas primárias e estão relacionadas com nossas experiências infantis, com a forma como nos colocarmos no mundo, nossa maneira de criar e manter vínculos, lidar com nossas frustrações e nossas faltas. Só amamos alguém e nos dedicamos a esse alguém quando nos damos conta e aceitamos que não somos completos, que temos nossa falta, nossos buracos. Essas características mais inconscientes não foram consideradas nesse processo e poderiam contribuir para compreensão do sentimento e romance.
 
SERVIÇO

Are you the one Brasil
Todo domingo, às 19h30, na MTV.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK