Brasília-DF,
15/JUL/2018

Clássico de Eurípedes ganha versão moderna na peça 'Raízes bárbaras! O mito de Medéia!'

Assuntos como violência contra a mulher e feminismo são destaque no enredo

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Daniel Couri- Especial para o Correio Publicação:18/12/2015 07:00Atualização:18/12/2015 10:03

A inspiração da diretora do espetáculo veio das páginas de jornais (Vassiliev/Divulgação)
A inspiração da diretora do espetáculo veio das páginas de jornais

A violência de pais e mães contra seus filhos é o mote de Raízes bárbaras! O mito de Medea!, adaptação livre do clássico Medéia, de Eurípedes, assinada pela diretora Rosina Chaves. A ideia surgiu a partir da leitura de notícias sobre mães que mataram as próprias crianças.


A peça se vale de linguagem contemporânea, tanto visual quanto sonora. Mas o espírito da mitologia grega de Eurípedes não foi perdido. “Embora não tenha usado os nomes Medéia e Jasão (do texto original), a essência está toda lá”, explica a diretora.
Entre momentos de fugaz felicidade conjugal, a protagonista, Bárbara, interpretada pela atriz Dudu Bartholo, vê-se devastada quando o marido decide deixá-la para se casar com outra mulher. Com foco em questões recorrentes, como violência doméstica e feminismo, Rosina procurou mostrar a tragédia com uma linguagem multimídia, utilizando vídeo e música ao vivo. Esses recursos permeiam os principais questionamentos do espetáculo.


“O que leva um pai ou uma mãe a matar o próprio filho?”, indaga a diretora. “Coloquei esse sentimento, esse sofrimento, na peça. Mostro para a plateia o que existe de sofrimento e de loucura em Medéia”, completa.
No palco, a personagem Bárbara é acompanhada por um coro, que interpreta canções e também contracena com ela, nas figuras do marido e da amante dele. Rosina incita o público a tirar as próprias conclusões. “As mulheres traídas teriam dois caminhos: ou se vingar ou superar e ir à luta, transformar esse sofrimento em uma experiência construtiva”, finaliza.

SERVIÇO

 

Raízes bárbaras! O mito de Medea!
Texto de Eurípedes; adaptação e direção de Rosina Chaves. Teatro da Caixa (SBS Q. 4 lts 3/4). Hoje e amanhã, às 20h; domingo, às 19h. Ingressos a R$ 20 (inteira). Não recomendado para menores de 14 anos. Informações: 3206-6456.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES