Brasília-DF,
22/MAI/2018

Fábrica da Ambev de Jaguariúna promove visitas grátis para conhecer produção de cervejas

Se você é um beer lover, a visita à fábrica da Ambev é um roteiro certo de diversão e aprendizado sobre a criação das cervejas da marca

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinicius Nader Publicação:18/08/2017 06:00Atualização:17/08/2017 17:54
O público pode provar o chope saído direto do tanque de pressão (Tulio Vidal/Divulgação)
O público pode provar o chope saído direto do tanque de pressão
 
Jaguariúna (SP) — Beer lovers. Assim é chamado o público que topa conhecer mais de perto o processo de criação das cervejas da Ambev. E, desde o início de julho, eles têm mais um ponto de encontro: a fábrica da marca em Jaguariúna, cidade do interior paulista localizada a cerca de 125km da capital. Aos sábados, a fábrica recebe o público para visitas gratuitas mediante agendamento prévio.
 
Em grupos de, no máximo, 20 pessoas, os visitantes conhecem mais do que a história da cervejaria. “A ideia não era fazer um museu simplesmente. E, sim, mostrar a fábrica em pleno funcionamento”, afirma Werner Flaig, mestre-cervejeiro há mais de 30 anos na empresa.
 
A jornada que leva cerca de duas horas começa num bar, o Beer lovers, onde o público assiste a um pequeno vídeo contando a história da cerveja desde antes de Cristo. De lá, munidos de rádio comunicador e equipamentos de segurança — afinal, a fábrica está a todo vapor —, segue-se para as outras etapas da fabricação das cervejas.
 
Assim, o beer lover passa por um painel onde se conhece um pouco mais da linha do tempo da bebida; pela sala de brassagem, onde o visitante poderá ver, tocar e até provar ingredientes como lúpulo, centeio, milho e outros cereais e especiarias que podem ser usados na receita da breja e ainda provar o mosto, porção não alcoólica da cerveja logo após a adição de lúpulo.
 
“Esses ingredientes são o diferencial da cerveja. Se ela leva mais arroz, por exemplo, fica mais leve; se acrescentarmos malte torrado, o aroma e o sabor lembram café. Mas a base de todo o processo é a levedura. Para manter o padrão temos quatro bancos — dois no Brasil e dois no exterior — onde são produzidas as bases para nossos mais de cem rótulos”, explica Flaig.

O passeio continua por outras áreas, como filtragem, envasamento, fermentação, maturação. Na pressurização, encontramos o tanque de pressão, onde os mestres-cervejeiros atestam a qualidade do produto antes de ele passar pelo processo que transforma o chope em cerveja. Numa parte lúdica da visita, o público ataca de mestre-cervejeiro e prova (e aprova ou não) o chope.
 
O mesmo ponto de partida é o de chegada. Ali, são degustados às cegas quatro rótulos. O último vem harmonizado com chocolate. “Nesse ponto da visita, mostramos que o ato de beber cerveja aguça nossos cinco sentidos”, completa o mestre-cervejeiro.
 

Dicas de harmonização de cervejas 
A mestre-cervejeira da Ambev Laura Aguiar deu algumas dicas de harmonização com cervejas. “O importante é que a cerveja pode estar presente em todas as ocasiões. Basta escolher a que mais se encaixa”, ensina. Confira as dicas de Laura:
 
• Cervejas levemente amargas e refrescantes e chopes vão muito bem com pratos e petiscos suaves, como bolinho de massa de abóbora.
• O amargor mais evidente de rótulos como a Colorado Indica casa perfeitamente com pratos gordurosos e fortes, como carne de 
sol acebolada.
 
• Rótulos à base de trigo pedem um copo especial, que caiba todo o conteúdo da garrafa por conta dos sedimentos. Já que são bebidas mais encorpadas e ácidas, à mesa, opte por pratos como frutos do mar ou frituras, como pastel de palmito.
• Sabores salgados, como o de bacalhau, por exemplo, são acompanhados por rótulos de cerveja adocicadas e aromáticas, com especiarias ou frutas na composição.
 
• Para finalizar, o estilo vienna lager tem como característica equilíbrio entre amargor e dulçor, conferido por malte torrado. Par perfeito para doces à base de chocolate, como brigadeiro de colher.
 
* O repórter viajou a convite da Ambev. 
 
SERVIÇO
Visita à fábrica da Ambev de Jaguariúna
Todo sábado, às 10h e às 14h30. Inscrição gratuita pelo site http://www.ambev.com.br/beer-lovers. Grupos de, no máximo, 20 pessoas. Não recomendado para menores de 18 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES