Brasília-DF,
21/SET/2017

Babilônia apostará em casais gays e em outras fórmulas de sucesso já conhecidas

A nova novela da Globo estreia nesta segunda, às 21h

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:15/03/2015 06:07
Camila Pitanga durante o lançamento da novela Babilônia  (George Maragaia/Globo)
Camila Pitanga durante o lançamento da novela Babilônia
Estreia amanhã, a nova novela das 21h da Globo, Babilônia. Com direção de Dennis Carvalho e roteiro de Gilberto Braga, João Ximenes Braga e Ricardo Linhares, a atração da emissora repete a fórmula que tem conseguido sucesso no horário nobre: beijo gay.

Apostas em personagens homossexuais, com um homem se descobrindo gay ao longo da trama e um casal de lésbicas - formado por Fernanda Montengro e Nathália Timberg - que resolve assumir publicamente o relacionamento, é a arma de Babilônia para levantar discussões e, é claro, a audiência. "Os conservadores terão que nos aturar", disparou Montenegro.

Apesar de contar com dois casais gays no enredo, o diretor Dennis Carvalho afirmou, em recente entrevista, que a novela não tem a intenção de levantar a bandeira LGBT. "Não será nada polêmico, e sim, algo como pano de fundo, tratado com muita elegância, carinho e respeito. Será legal como novidade, duas pessoas de mais idade casadas, morando juntas", colocou.

Retratar o universo gay em novelas tem sido um recurso bastante utilizado pela emissora. Casos de sucesso de audiência, como o personagem Félix, interpretado por Mateus Solano em Amor à vida, aparecem como um exemplo. O ator, ao lado de Thiago Fragoso, protagonizou o primeiro beijo gay da televisão brasileira.

Babilônia também contará com outro par romântico, formado por Marcello Melo Jr e Marcos Pasquim: o primeiro, assumido; o segundo, ainda no armário. Famoso por papéis de galã, esse será o primeiro gay de Pasquim.

Fórmula rentável

Desde a popularização das tevês por assinatura, as novelas não são mais hegemônicas no Brasil. Porém, a temática gay garante bons resultados para as atrações. Em Império, que acabou na última sexta, o beijo de Cláudio (José Mayer) e Leonardo (Klebber Toledo) registrou o recorde de audiência da atração, com 42,4 pontos no Ibope.

O retorno

O protagonismo da trama ficará por conta de Camila Pitanga. Ela viverá o papel de uma mulher batalhadora chamada Regina, que busca melhorar as condições de vida. Mais uma vez, a atriz interpretará uma mulher mulata em busca de ascensão social. Camila está de volta às novelas, desde Lado a lado (2013).

As malvadas

Glória Pires e Adriana Esteves costumam conquistar o público como vilãs. Na pele de Beatriz e Inês, respectivamente, elas tentarão reviver sucessos do passado. Glória brilhou como Maria de Fátima em Vale Tudo, Raquel em Mulheres de areia e como Norma em Insentato coração. Já Adriana explodiu um shopping como a Sandrinha em Torre de Babel e marcou época como a Carminha de Avenida Brasil.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK