Brasília-DF,
18/SET/2021

Especial: contraste de sabores e texturas presente no crème brûlée encanta os brasilienses

Encontramos diversas variações do preparo pela cidade. Outras sobremesas clássicas francesas também surpreendem o público local

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Renata Rios Publicação:24/07/2015 06:00Atualização:23/07/2015 13:19

 (Gustavo Moreno/CB/D.A Press / Janine Moraes/CB/D.A Press / Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
No filme O Fabuloso destino de Amélie Poulain, a protagonista vivida pela atriz Audrey Tautou, fala sobre o indescritível prazer de quebrar a casquinha caramelizada de sua sobremesa favorita, o crème brûlée. A receita, tipicamente francesa, é disputada por muitas nacionalidades, mas tem o primeiro registro no livro do francês François Massialot - -Nouveau cuisinier royal et bourgeois, publicado em 1691.

A tradução livre do nome crème brûlée seria algo similar a creme queimado, fazendo referência à camada de açúcar caramelada com um leve amargor que dá todo o charme ao preparo. Por baixo dessa camada crocante vem um creme de sabor leve. A sobremesa é um coringa por agradar a adultos e a crianças.

"É um preparo que sai muito e não tem um perfil: agrada a todos os tipos de clientes", comenta Fernando Coelho, proprietário do restaurante com toque francês L’entrecôte de Paris.

Várias casas da cidade investem no doce, saindo inclusive da receita tradicional, à base de baunilha, e estilizando seus brûlées, seja usando ingredientes típicos brasileiros, como o cupuaçu ou a baunilha-do-cerrado; seja usando sabores doces que já caíram nas graças dos comensais, como a banana. Até em ousados preparos salgados a receita marca presença. A sobremesa deixou de ser uma exclusividade parisiense e invadiu a capital.

Dica
Caso você não tenha um maçarico, uma possibilidade para conseguir a tão desejada casquinha crocante é esquentar um metal, como uma colher, por exemplo, e ir passando pela superfície açucarada do creme. Assim, o calor vai derreter e queimar o açúcar.

Confira os endereços das casas citadas nesta reportagem:


C'est la Vie

Fran's Café

Tortelícia

Lionel Ortega

Sweet Sayuri

Olivae

Gazebo

Fusion

L'entrecôte de Paris

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK